A MÚSICA HISPÂNICA NA FORMAÇÃO CRÍTICA DE DISCENTES MEDIANTE AO PIBID

Eduardo de Souza Silva, Fabrício da Cruz Prudêncio, Doris Cristina Vicente da Silva Matos

Resumo


O presente trabalho pretende mostrar que as músicas hispânicas têm um poder de ação reflexiva ajudando na construção do senso crítico e consequentemente ampliando a visão de mundo dos alunos, objetiva-se também apresentar os resultados obtidos em oficina aplicada no PIBID Espanhol da UFS. A princípio foi apresentada aos discentes uma música hispânica cujo tema era desigualdade de gênero, com intuito de explorar o entendimento deles sobre a letra e de modo consequente por ser tratar de uma canção de uma língua distinta serviu também para o enriquecimento do vocabulário dos educandos. Sendo assim, observa-se que os resultados em grande maioria foram expressivos. Para a realização da oficina aplicou-se a metodologia qualitativa de cunho bibliográfico com a ajuda de alguns recursos didáticos. Após a análise dos resultados chegou-se a conclusão que os objetivos foram alcançados, visto que, os alunos entenderam e discorreram sobre variados aspectos relativos à problemas sociais através da música, como por exemplo, a igualdade de gênero, políticas sociais, violência, dentre outros. Sendo assim, a partir dos resumos que foram produzidos e das explicações, chegou-se à conclusão que a música é essencial na formação do senso crítico dos alunos e na ampliação do conhecimento de mundo, além de auxiliar na produção escrita e oral e na expansão lexical e linguística discente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.